A idade não é empecilho para aprender um novo idioma

 Em Sem categoria

É comum encontrarmos reportagens e artigos comparando a dificuldade de adultos em aprender um novo idioma, em comparação com as crianças. Já se sabe que, quanto menor a idade do aluno, maior facilidade no aprendizado. Isso se dá por diversos fatores, como a menor interferência da língua primária, maior disponibilidade de tempo para se dedicar e um agravante:os adultos possuem diversas preocupações no dia-a-dia que podem dificultar a concentração.

Mas a ciência oferece uma visão muito mais abrangente com relação a se estudar os idiomas mais tarde. Existem estudos que demonstram diferentes vantagens de se aprender novas línguas por fases da vida. A Antonella Sorace, professora de linguística do desenvolvimento e diretora do Centro de Assuntos Bilíngues da Universidade de Edimburgo, na Escócia diz que “As crianças pequenas são muito ruins no aprendizado explícito porque não têm controle cognitivo, capacidade de atenção e memória”.

Um estudo realizado em Israel também apresentou resultados melhores com adultos para compreender uma regra de linguagem artificial e aplicá-la a novas palavras.

A idade não influencia tanto o aprendizado de um outro idioma, mas sim nossos comportamentos, como por exemplo a busca dos “porquês” em que as crianças costumam apenas absorver a informação. Os mais velhos questionam e isso dificulta a absorção do que está se aprendendo.

Conforme nosso avanço na idade, mudamos nosso estilo de vida, prioridades, visão de mundo, tempo livre e diversos fatores que podem criar empecilhos em um aprendizado mais natural.

Mesmo com algumas dificuldades que podem surgir após a vida adulta, não devemos cansar de buscar o novo e mergulhar em uma nova cultura. Compreender outros idiomas fará seu cérebro exercitar, além de trazer diversas vantagens como melhorar sua experiência em viagens e conhecer pessoas outras nações.

 

 

 

Posts recentes

Deixe um comentário